Polícia

Suspeito de matar e enterrar corpo de jovem é preso na fronteira

Agustin Ovelar, de 61 anos, foi preso nesta quinta-feira, dia 26 de dezembro, na região da Colônia Mariscal Lopez em Capitan Bado, cidade paraguaia que faz fronteira com Coronel Sapucaia, em Mato Grosso do Sul. Ele é suspeito de participar da execução do jovem Josué Cardozo Martinez, de 22 anos, em outubro deste ano. O […]

Marcos Morandi Publicado em 27/12/2019, às 07h16 - Atualizado às 12h03

Foto: Porã News
Foto: Porã News - Foto: Porã News

Agustin Ovelar, de 61 anos, foi preso nesta quinta-feira, dia 26 de dezembro, na região da Colônia Mariscal Lopez em Capitan Bado, cidade paraguaia que faz fronteira com Coronel Sapucaia, em Mato Grosso do Sul. Ele é suspeito de participar da execução do jovem Josué Cardozo Martinez, de 22 anos, em outubro deste ano.

O filho de Agustin, identificado como Bonifacio Ovelar Paredes, de 21 anos, também teria participado do assassinato, mas ainda não foi localizado pela polícia. O corpo de Josué, que estava desaparecido  foi encontrado já em decomposição, na Colônia Piray, a pelo menos 40 km do território brasileiro. O rapaz foi morto com três tiros na cabeça.

Augustin estava foragido até esta quinta-feira (26), quando  foi surpreendido por investigadores da Divisão de Investigações Criminais de Casos Puníveis da Policía Nacional do Paraguai enquanto caminhava pela colônia.

Jornal Midiamax