Polícia

Por não aceitar fim de relacionamento, mulher dá facada em ex-marido

Um homem de 23 anos, precisou ser socorrido após ser atingido por uma facada na madrugada deste domingo (23), em Dourados, a 194 quilômetros de Campo Grande. A autora seria sua ex companheira que não teria aceitado o fim do relacionamento. De acordo com o boletim de ocorrência, uma equipe da Romo (Ronda Ostensiva Motorizada) […]

Ana Paula Chuva Publicado em 24/11/2019, às 08h25

Imagem ilustrativa
Imagem ilustrativa - Imagem ilustrativa

Um homem de 23 anos, precisou ser socorrido após ser atingido por uma facada na madrugada deste domingo (23), em Dourados, a 194 quilômetros de Campo Grande. A autora seria sua ex companheira que não teria aceitado o fim do relacionamento.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma equipe da Romo (Ronda Ostensiva Motorizada) foi acionada pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel à Urgência) que estava atendendo um homem que teria sofrido uma tentativa de homicídio.

No local, o pai da vítima, que foi ferida na perna esquerda, relatou que a ex companheira do filho seria a responsável pelo ferimento. Ela estava no local e foi encaminhada para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário).

Segundo o relato do pai, o rapaz esteve em um relacionamento com a acusada por três anos e estariam separados há 8 meses, e já teria sido agredido pela ex companheira.

Após separação, a acusada estaria ameaçando o rapaz e na noite deste sábado (23), após ver ele na companhia da namorada, o agrediu com tapa no rosto. Para evitar maiores problemas, o casal acabou indo embora do local.

Conforme o registro policial, ao chegar em casa, a vítima foi surpreendida com um golpe de faca, desferido pela mulher que estava atrás do muro. Ele gritou por socorro, momento em que o pai acordou e foi socorrê-lo.

Aos policiais o pai da vítima contou que no momento em que saiu, viu a acusada ainda em cima do filho tentando atingi-lo com mais golpes de faca.

Já a mulher afirmou que encontrou o ex na festa com uma vizinha e se irritou, confessando ter dado o tapa em seu rosto. Mas disse que por serem vizinhos decidiu espera-lo para resolver a situação e que não pretendia atingi-lo, apenas queria dar um susto.

O rapaz foi encaminhado para uma UPA com corte de aproximadamente 6 centímetros na coxa esquerda, e a acusada levada para a delegacia junto com a arma usada no crime. Ela apresentava hematomas no pescoço, tórax e costas, que teriam sido ocasionadas pelo pai da vítima.

Jornal Midiamax