Polícia

PMA autua serraria em R$ 11,5 mil por armazenamento ilegal de madeira nativa

Durante fiscalização ambiental em uma serraria no perímetro urbano de Nova Alvorada do Sul, Policiais Militares Ambientais de Dourados localizaram hoje (30), madeira armazenada sem o documento de origem expedido pelo órgão competente. 38,4 m³ de madeira das espécies aroeira, piúva, angico e cumbaru em toras, vigas, tábuas, esteios e pranchões estavam no pátio da […]

Diego Alves Publicado em 30/04/2019, às 21h14 - Atualizado às 21h22

Divulgação PMA
Divulgação PMA - Divulgação PMA

Durante fiscalização ambiental em uma serraria no perímetro urbano de Nova Alvorada do Sul, Policiais Militares Ambientais de Dourados localizaram hoje (30), madeira armazenada sem o documento de origem expedido pelo órgão competente.

38,4 m³ de madeira das espécies aroeira, piúva, angico e cumbaru em toras, vigas, tábuas, esteios e pranchões estavam no pátio da empresa e não havia a autorização ambiental (DOF – Documento de Origem Florestal), que é o documento legal para se ter em depósito ou transportar qualquer produto florestal. A madeira foi apreendida.

A empresa infratora foi autuada administrativamente e multada em R$ 11.520,00. Os responsáveis poderão responder por crime ambiental, com pena prevista de seis meses a um ano de detenção.

Jornal Midiamax