Polícia

Pistoleiro brasileiro é assassinado em presídio paraguaio

Pistoleiro brasileiro acusado de aproximadamente 20 homicídios na região de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, foi morto na Penitenciária Regional de Concepción no Paraguai na tarde desta quarta-feira (18), após confusão dentro do presídio. Fábio Augusto Rodrigues de 42 anos, o Fabinho teria se envolvido em uma briga com membros do PCC (Primeiro Comando […]

Diego Alves Publicado em 18/12/2019, às 19h44 - Atualizado em 19/12/2019, às 08h31

MS em Foco
MS em Foco - MS em Foco

Pistoleiro brasileiro acusado de aproximadamente 20 homicídios na região de Ponta Porã e Pedro Juan Caballero, foi morto na Penitenciária Regional de Concepción no Paraguai na tarde desta quarta-feira (18), após confusão dentro do presídio.

Fábio Augusto Rodrigues de 42 anos, o Fabinho teria se envolvido em uma briga com membros do PCC (Primeiro Comando da Capital), facção que ele fazia parte. De acordo com o site MS em Foco, ele foi apunhalado várias vezes.

Ele ainda foi levado ao Hospital Regional de Concepción onde chegou morto. Na noite desta terça-feira (17), outro detento já tinha sido esfaqueado na penitenciária. Júlio César Torres foi socorrido e sobreviveu ao ataque.

Fabinho era conhecido como integrante do “Sindicato dos Assassinos”, como ficou conhecido um grupo que atuava na fronteira desde 2005 e que quase todos seus membros foram presos, morreram ou fugiram da região depois de desavenças internas e de ações policiais.

Jornal Midiamax