Polícia

Contrabando em MS: policiais e político são alvos de operação da Polícia Federal e PRF

Na manhã desta quarta-feira (31), equipes da PF (Polícia Federal) e PRF (Polícia Rodoviária Federal) realizam operação para desarticular organização criminosa responsável por contrabando de cigarros do Paraguai. Policiais estariam envolvidos no esquema e facilitariam a entrada dos produtos no Brasil. Durante as investigações, foi comprovada a participação de policiais e um polít...

Renata Portela Publicado em 31/07/2019, às 07h24 - Atualizado às 11h47

(Foto: ilustração/PRF)
(Foto: ilustração/PRF) - (Foto: ilustração/PRF)

Na manhã desta quarta-feira (31), equipes da PF (Polícia Federal) e PRF (Polícia Rodoviária Federal) realizam operação para desarticular organização criminosa responsável por contrabando de cigarros do Paraguai. Policiais estariam envolvidos no esquema e facilitariam a entrada dos produtos no Brasil.

Durante as investigações, foi comprovada a participação de policiais e um político, que estariam facilitando a entrada dos cigarros contrabandeados no país. Até o momento foram apreendidas armas de fogo e há informação de que policiais já teriam sido presos. A polícia cumpre mandado em um motel na região de Ponta Porã e em residências.

São cumpridos 15 mandados de busca e apreensão e 8 de prisão preventiva, todos expedidos pela 3ª Vara Federal de Campo Grande, cumpridos em Campo Grande, Dourados, Ponta Porã, Rio Brilhante e também em Embu-Guaçu (SP) e São Bento (PB). Há informação de sequestro de veículos, imóveis e valores financeiros.

Conforme a polícia, a operação denominada “Trunk” teve início em julho de 2018, após a apreensão de um caminhão carregado com 430 mil maços de cigarros de origem paraguaia. Ao todo, no período de um ano, outros 19 carregamentos foram apreendidos e 26 pessoas presas. Os valores dos produtos apreendidos ultrapassam R$ 70 milhões.

O nome da operação faz referência ao modo de atuação da organização criminosa, que utilizava caminhões baú para o transporte de cigarros contrabandeados.

*matéria editada às 8h35 para acréscimo de informações

Jornal Midiamax