Mulheres protestam contra feminicídio após professora ser morta pelo ex no dia do aniversário

Está marcada para as 9h desta segunda-feira (11), em Corumbá, a 425 quilômetros de Campo Grande, uma manifestação contra o feminicídio que vitimou a professora Nádia Sol Neves Rondon, de 38 anos. Segundo informações preliminares, ela foi morta pelo ex-namorado de 31 anos e levou mais de 20 facadas. Conforme o Diário Corumbaense, Nádia saiu […]
| 11/03/2019
- 00:00
Mulheres protestam contra feminicídio após professora ser morta pelo ex no dia do aniversário

Está marcada para as 9h desta segunda-feira (11), em Corumbá, a 425 quilômetros de Campo Grande, uma manifestação contra o feminicídio que vitimou a professora Nádia Sol Neves Rondon, de 38 anos.

Segundo informações preliminares, ela foi morta pelo ex-namorado de 31 anos e levou mais de 20 facadas. Conforme o Diário Corumbaense, Nádia saiu com as amigas para comemorar o aniversário, ao voltar para a casa, teria sido atacada pelo ex. Relatos indicam que a vítima foi assassinada na frente da filha de 15 anos.

A manifestação é organizada pela MFBP (Mulheres da Frente Brasil Popular) e acontecerá em frente ao cemitério Santa Cruz.

Veja também

Um dos condutores foi encaminhado para o hospital com traumatismo Craniano Encefálico

Últimas notícias