Polícia

Mulher é esfaqueada e o marido a deixa em cárcere privado por três dias para não denunciá-lo

Uma mulher de 39 anos foi esfaqueada nas costas e mantida em cárcere privado por três dias para não pedir socorro. O principal suspeito é um homem de 37 anos, marido da vítima. O caso aconteceu na Aldeia Limão Verde, em Amambai, distante 359 quilômetros de Campo Grande, na manhã de segunda-feira (23).  Conforme informações […]

Renata Volpe Publicado em 24/12/2019, às 08h02 - Atualizado em 25/12/2019, às 08h18

Caso foi registrado na Delegacia de Amambai. (Amambai Notícias, Divulgação)
Caso foi registrado na Delegacia de Amambai. (Amambai Notícias, Divulgação) - Caso foi registrado na Delegacia de Amambai. (Amambai Notícias, Divulgação)

Uma mulher de 39 anos foi esfaqueada nas costas e mantida em cárcere privado por três dias para não pedir socorro. O principal suspeito é um homem de 37 anos, marido da vítima. O caso aconteceu na Aldeia Limão Verde, em Amambai, distante 359 quilômetros de Campo Grande, na manhã de segunda-feira (23). 

Conforme informações do Boletim de Ocorrência, o capitão da Aldeia recebeu uma denúncia de cárcere privado e uma equipe de segurança da própria aldeia foi ao local e encontrou a vítima ferida. 

O homem estava na casa e foi amarrado com uma corda de náilon pelos seguranças, até a Polícia Militar chegar no local. Aos policiais, a vítima contou que o marido a feriu com uma faca há três dias e a manteve trancada em casa para não pedir socorro e denunciá-lo. 

Ainda segundo informações do Boletim de Ocorrência, a irmã da vítima foi visitá-la e a encontrou ferida. Ela então pediu ajuda ao capitão da Aldeia.

A mulher foi socorrida pela equipe do Sesai (Secretaria Especial de Saúde Indígena) e encaminhada ao Hospital Regional.  O suspeito passou por exame de corpo de delito e foi encaminhado para a Delegacia de Polícia Civil.

Jornal Midiamax