Polícia

Motorista de aplicativo desiste de negócio com traficantes e é sequestrado por criminosos

Motorista de aplicativo, de 43 anos,  ficou horas na mira de traficantes armados depois de desistir de transportar carga de maconha de Ponta Porã até Campo Grande. Ao informar aos criminosos que não queria mais participar do negócio combinado, a vítima foi ameaçada de morte e sequestrada. De acordo com informações do Boletim de Ocorrência […]

Clayton Neves Publicado em 30/01/2019, às 14h58 - Atualizado em 31/01/2019, às 12h11

None

Motorista de aplicativo, de 43 anos,  ficou horas na mira de traficantes armados depois de desistir de transportar carga de maconha de Ponta Porã até Campo Grande. Ao informar aos criminosos que não queria mais participar do negócio combinado, a vítima foi ameaçada de morte e sequestrada.

De acordo com informações do Boletim de Ocorrência , a vítima foi de Campo Grande até Ponta Porã para fazer o serviço. Pelo transporte de 200 quilos de maconha o motorista receberia R$ 7 mil, no entanto, ao chegar no local onde o carregamento seria feito, encontrou os autores armados e por isso, acabou desistindo do trato.

Ao informar sobre a desistência o homem foi ameaçado de morte e impedido de sair do local. Somente na manhã desta terça-feira (29) o motorista conseguiu enviar uma mensagem para o celular de um amigo contando o que havia acontecido.

Após buscas, equipes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e da Polícia Civil encontraram a vítima em uma casa no Bairro Copha, em Ponta Porã. Duas pessoas foram presas e no local, os policiais encontraram um revólver calibre 38.

Jornal Midiamax