Polícia

Morreu na minha frente, diz mulher que teve casa invadida por carro no Centro-Oeste

Os moradores que tiveram a casa invadida por um veículo na noite deste domingo (23) continuam assustados no bairro Jardim Centro-Oeste. Ainda abalada, a dona da casa conta que nunca imaginou que veria alguém morrer em sua residência. A casa dela foi invadida por um carro depois que o condutor foi esfaqueado. Moradores contam que […]

Mylena Rocha Publicado em 23/12/2019, às 08h37 - Atualizado em 24/12/2019, às 09h55

Casa teve garagem invadida por carro. (Foto: Marcos Ermínio)
Casa teve garagem invadida por carro. (Foto: Marcos Ermínio) - Casa teve garagem invadida por carro. (Foto: Marcos Ermínio)

Os moradores que tiveram a casa invadida por um veículo na noite deste domingo (23) continuam assustados no bairro Jardim Centro-Oeste. Ainda abalada, a dona da casa conta que nunca imaginou que veria alguém morrer em sua residência. A casa dela foi invadida por um carro depois que o condutor foi esfaqueado.

Moradores contam que não conheciam o homem e que não sabiam o que tinha acontecido com ele. O homem, de 31 anos, estava esfaqueado e, por isso, perdeu o controle do carro e entrou na garagem de uma casa na rua Braz Clementino Mendonça, no Jardim Centro-Oeste.

O veículo Chevrolet Chevette bateu no portão de ferro da casa da moradora e, segundo testemunhas, ele já estava quase morto. “Ele já estava agonizando e morreu no carro mesmo”, contou um dos moradores.

Segundo a dona da casa atingida, o rapaz tinha ferimentos de faca no tórax, peito e ainda tinha um corte no braço. “Eu passei mal, ele morreu na minha frente. Nunca imaginei que alguém ia morrer dentro da minha casa e isso aconteceu”, disse.

Vizinhos contam que se assustaram com o estrondo da batida do carro e que chamaram a polícia e o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), mas o homem não resistiu.

Entenda o caso

Um homem de aproximadamente 31 anos, identificado inicialmente como Weslley, morreu esfaqueado na noite deste domingo (22) na Rua Braz Clementino Mendonça no Jardim Centro Oeste em Campo Grande.

De acordo com as primeiras informações, Weslley foi até a casa de sua ex-esposa, que possuía uma medida protetiva contra ele. No local teria havido uma discussão, momento em que o irmão da mulher, teria esfaqueado o ex-cunhado. Mesmo ferido, ele entrou em seu veículo, um Chevrolet Chevette e saiu do local.

A família entrou em contato com o Midiamax e informou que o ex-cunhado da vítima não teve envolvimento com o crime.

(matéria alterada para acréscimo de informação às 12h31 do dia 23/12/2019)

Jornal Midiamax