Polícia

Morador de rua é esfaqueado por colega durante churrasco em calçada no Centro

Morador de rua de 39 anos foi esfaqueado no peito na tarde desta terça-feira (24), durante churrasco improvisado em um buraco na calçada no centro de Campo Grande. A vítima tentou fugir, caiu e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. O autor das agressões não foi identificado. Conforme apurado, um comerciante da região, de 72 […]

Renan Nucci Publicado em 24/12/2019, às 17h09 - Atualizado em 25/12/2019, às 09h03

Homem foi esfaqueado em calçada. Foto: Henrique Arakaki
Homem foi esfaqueado em calçada. Foto: Henrique Arakaki - Homem foi esfaqueado em calçada. Foto: Henrique Arakaki
Morador de rua é esfaqueado por colega durante churrasco em calçada no Centro
Corpo de Bombeiros e PM durante atendimento da ocorrência. Foto: Henrique Arakaki

Morador de rua de 39 anos foi esfaqueado no peito na tarde desta terça-feira (24), durante churrasco improvisado em um buraco na calçada no centro de Campo Grande. A vítima tentou fugir, caiu e foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros. O autor das agressões não foi identificado.

Conforme apurado, um comerciante da região, de 72 anos, disse que a vítima assava carne com o suspeito, quando houve o ataque quase no cruzamento da Sete de Setembro com a Calógeras. O morador de rua tentou correr, mas por conta do ferimento caiu logo adiante, onde ficou até que o Corpo de Bombeiros e a Polícia Militar chegassem.

O comerciante disse que foi ele quem pediu socorro. O homem afirmou ao Midiamax que são comuns algazarras e confusões como esta na rua. Além disso, alegou que o comércio da Sete está bastante prejudicado por conta desta situação.

O comerciante conta que já fez vários abaixo-assinados e encaminhou à prefeitura e à Secretaria de Assistência Social para que alguma medida fosse adotada com relação aos moradores de rua, mas pouco mudou. Por este motivo, lojas fecharam e alguns empresários tiveram que selar as fachadas, pois os patrimônios vindo sendo invadidos e depredados.

Jornal Midiamax