Polícia

Matou casal por suspeitar de traição e quase degolou a ex

Maria das Graças da Hora Pereira foi assassinada com requintes de crueldade, com mais de 20 facadas, que se concentraram na cabeça e pescoço da vítima, morta em um assentamento de Terenos, que fica a 25 quilômetros de Campo Grande. O namorado de Maria, Laércio Pereira foi assassinado com dois tiros na cabeça. Segundo o […]

Thatiana Melo Publicado em 04/04/2019, às 09h22 - Atualizado às 13h56

None

Maria das Graças da Hora Pereira foi assassinada com requintes de crueldade, com mais de 20 facadas, que se concentraram na cabeça e pescoço da vítima, morta em um assentamento de Terenos, que fica a 25 quilômetros de Campo Grande. O namorado de Maria, Laércio Pereira foi assassinado com dois tiros na cabeça.

Segundo o delegado André Luis, da delegacia de Terenos, “A crueldade foi guardada para Maria, pelo modo como foi morta. O ex-marido quase degolou o pescoço dela”. O suspeito é procurado pela polícia. Depois de cometer o crime, ele teria procurado a ex-sogra com as mãos sujas de sangue.

Ainda de acordo com o delegado, uma das hipóteses para o crime é de que o suspeito achava que havia sido traído por Maria com Laércio.

O crime teria acontecido no último domingo (31), e os corpos foram encontrados na segunda-feira (1º). Depois ter assassinado o casal, o suspeito teria ido atrás de seu ex-cunhado com quem mantinha sociedade em uma chácara, mas ao não o encontrar foi até a casa da sogra.

Quando chegou à casa da sogra, o suspeito estaria com as mãos sujas de sangue e teria dito que estava indo embora e que era para o ex-cunhado cuidar da chácara que tinham em sociedade, e que as chaves da casa ficariam na porta.

O homem está foragido e a polícia procura por ele. Segundo o delegado, testemunhas devem ser ouvidas nesta terça-feira (3). O casal estava separado há uma semana.

Jornal Midiamax