Polícia

Homem estupra enteada, perde a mulher e passa a ameaçá-la

Servente de pedreiro de 28 anos foi preso nesta terça-feira (10) pela Polícia Civil de Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande, por descumprimento de medidas protetivas. Ele estava impedido de se aproximar da ex-mulher, por ameaçá-la depois de ser flagrado estuprando a filha dela, de apenas nove anos. A mulher, uma dona de […]

Renan Nucci Publicado em 11/09/2019, às 15h09

Caso é investigado pela DP de Costa Rica. Foto: MS Todo Dia
Caso é investigado pela DP de Costa Rica. Foto: MS Todo Dia - Caso é investigado pela DP de Costa Rica. Foto: MS Todo Dia

Servente de pedreiro de 28 anos foi preso nesta terça-feira (10) pela Polícia Civil de Costa Rica, a 384 quilômetros de Campo Grande, por descumprimento de medidas protetivas. Ele estava impedido de se aproximar da ex-mulher, por ameaçá-la depois de ser flagrado estuprando a filha dela, de apenas nove anos.

A mulher, uma dona de casa de 23 anos, disse que se separou do homem em janeiro deste ano, após descobrir que ele estava abusando sexualmente da filha dela de 9 anos, fruto de outro relacionamento. Na época, o crime foi denunciado pelo Conselho Tutelar de Costa Rica, após relato da própria criança.

Diante dos fatos, a mulher pediu separação, mas o homem não aceitou e passou a persegui-la e ameaçá-la, tanto que no dia 25 de julho ela procurou a Polícia Civil para registrar boletim de ocorrência. Na ocasião, ela pediu medidas protetivas de urgência que foram deferidas pela Justiça.

Mesmo sendo proibido de se aproximar ou fazer contato com ex, o homem continuou com as intimidações e perseguições. Na terça-feira, ele foi preso pelos policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais) na Rua Hipólito Pereira Ramos, a poucos metros do local de trabalho da ex-mulher. Ele estava a vigiando.

Jornal Midiamax