Polícia

Funcionário de cartório alvo de atentado tem prisão decretada por ter armas e droga em casa

O funcionário de um cartório de 46 anos, que sofreu um atentado na última quinta-feira (28), em Ponta Porã – a 346 quilômetros de Campo Grande- teve a prisão decretada depois da polícia encontrar armamento e drogas na sua casa. Durante vistoria na residência da vítima foram encontradas várias munições de diversos calibres, além de […]

Thatiana Melo Publicado em 31/03/2019, às 07h40 - Atualizado em 04/04/2019, às 13h25

None

O funcionário de um cartório de 46 anos, que sofreu um atentado na última quinta-feira (28), em Ponta Porã – a 346 quilômetros de Campo Grande- teve a prisão decretada depois da polícia encontrar armamento e drogas na sua casa.

Durante vistoria na residência da vítima foram encontradas várias munições de diversos calibres, além de maconha e cocaína. De acordo com investigações, o funcionário já estaria na mira dos pistoleiros.

Segundo o site Porã News, a versão contada pela vítima de que teria sido assaltada e por isso, ferida a tiros, não convenceu já que para a polícia o funcionário antes do atentado estaria conversando com os pistoleiros.

Foi decretada a prisão do homem, que está internado no hospital da cidade sob escolta policial. Ele vai ser indiciado pela posse das munições e por causa das drogas encontradas na casa dele.  Em 2009, o funcionário já havia sofrido outro atentado.

Jornal Midiamax