Polícia

Eletricista que atirou, esfaqueou e degolou rival é preso cinco anos após o crime

Eletricista de 52 anos foi preso na manhã desta terça-feira (5), em Campo Grande, cinco anos e cinco meses depois de matar José Carlos da Silva, de 47 anos. Investigações apontaram que, além de atirar no rival, o autor esfaqueou e degolou a vítima, que também trabalhava como eletricista. De acordo com informações do SIG […]

Clayton Neves Publicado em 05/02/2019, às 15h39 - Atualizado em 06/02/2019, às 09h03

Foto: Minamar Júnior
Foto: Minamar Júnior - Foto: Minamar Júnior

Eletricista de 52 anos foi preso na manhã desta terça-feira (5), em Campo Grande, cinco anos e cinco meses depois de matar José Carlos da Silva, de 47 anos. Investigações apontaram que, além de atirar no rival, o autor esfaqueou e degolou a vítima, que também trabalhava como eletricista.

De acordo com informações do SIG (Setor de investigações Gerais), responsável pelo caso, o crime aconteceu em agosto de 2013 e teria sido motivado por uma rivalidade amorosa entre vítima e autor, que se relacionavam com a mesma mulher.

No dia do crime, a vítima e a mulher seguiam para a casa dela no Bairro Los Angeles, momento em que o eletricista os surpreendeu e baleou a vítima. A mulher conseguiu fugir e, em seguida, o autor esfaqueou e degolou o rival.

Um dia depois do homicídio, o homem chegou a ser preso e entregou a faca e o revólver usados no crime, que estavam escondidos em uma bananeiro. Ele conseguiu liberdade provisória tempos depois e estava em liberdade até então.

Mandado de prisão contra o autor foi expedido e ele preso novamente por volta das 10 horas desta terça-feira na casa onde ele mora e trabalha, localizada no Bairro Colibri. Ele foi condenado pela Justiça a cumprir pena de 11 anos e oito meses pela morte de José Carlos.

Jornal Midiamax