Polícia

Durante operação da PM, morador de rua ganha cadeira de rodas nova

A Operação Laburu já está em sua nona fase, mas na manhã desta sexta-feira (22), ela teve um final diferente para Jonas dos Santos, 42 anos. Ele está em situação de rua há cinco anos e fica nas imediações da antiga rodoviária, em Campo Grande. Cadeirante desde que teve que amputar as duas pernas por […]

Mariana Rodrigues Publicado em 22/11/2019, às 12h34 - Atualizado às 15h07

Jonas, após ganhar a nova cadeira. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)
Jonas, após ganhar a nova cadeira. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax) - Jonas, após ganhar a nova cadeira. (Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

A Operação Laburu já está em sua nona fase, mas na manhã desta sexta-feira (22), ela teve um final diferente para Jonas dos Santos, 42 anos. Ele está em situação de rua há cinco anos e fica nas imediações da antiga rodoviária, em Campo Grande. Cadeirante desde que teve que amputar as duas pernas por conta de um acidente, ele recebeu hoje uma cadeira de rodas nova, já que a que tinha não estava mais em condições de uso.

Jonas contou que faz uso de maconha e álcool e devido ao consumo de entorpecente acabou saindo de casa e desde então mora nas ruas. Ele relatou também que sofreu um acidente em 2012, quando foi atropelado e teve que amputar as duas pernas. A cadeira de rodas que ele usava para se locomover era precária, estava com a roda da frente quebrada e isso dificultava seu deslocamento.

Hoje pela manhã ele foi abordado durante a operação como todos os outros usuários que ficam nas imediações e na antiga rodoviária. Após a abordagem, onde ele foi revistado, o comandante do Primeiro Batalhão entrou em contato com o presidente do Conselho Comunitário de Segurança da região Central, onde conseguiram a doação da cadeira de rodas.

Durante operação da PM, morador de rua ganha cadeira de rodas nova
(Foto: Henrique Arakaki, Midiamax)

“O coronel entrou em contato conosco nesta manhã e tínhamos uma cadeira de rodas que foi doada, ele contou a situação do Jonas e agora viemos entregar a cadeira para ele”, conta Eliezer Melo Carvalho, presidente do Conselho Comunitário de Segurança.

Jona ficou feliz com a nova cadeira e contou de sua dificuldade para usar a antiga. “Não tinha como andar direito”.

Eliezer explicou que o conselho possui parcerias que fazem essas doações e que sempre acompanha as operações da Polícia Militar dando apoio social para as pessoas em situação de rua. “Temos convênios com clínicas, os que mostram interesse em ser internados serão encaminhados, também estamos vendo na Santa Casa a possibilidade de 10 leitos para internação compulsória”, diz.

Em abril do ano passado, vários moradores de rua foram fichados durante uma operação da Polícia Civil, com esta operação, Eliezer conta que 68 moradores de rua tiveram interesse em voltar para suas cidades de origem. “Levamos eles até a rodoviária e eles foram para suas respectivas cidades, dois deles já estão trabalhando em suas cidades”, afirma.

Operação Laburu

A operação acontece na antiga rodoviária, Casa dos Artistas, Orla Ferroviária, Centro Pop e outros pontos da região Central, com o objetivo de combater o tráfico de drogas e furtos nessas áreas. Cinco pessoas foram encaminhadas para a delegacia, sendo um evadido do sistema prisional, três por portar drogas para consumo e um por receptação de produto roubado ou furtado. Ao todo, 105 pessoas foram abordadas.

Entre um dos detidos está um homem que se identificou como membro do PCC conhecido por ‘Negão’. Ele estava ocupando um quarto dentro do hotel Chaparro. Também foram apreendidos em outros pontos da operação alicates, chaves de fendas que a polícia acredita ser para o cometimento de furtos.

Jornal Midiamax