Polícia

Preso engole droga para não ser flagrado em ‘batida’ no presídio e morre logo depois

Morreu durante a madrugada desta sexta-feira (8), no Presídio Semiaberto da Gameleira de Campo Grande, o interno Raione Antônio da Silva de 32 anos. Ele estava preso pelos crimes de roubo majorado pelo emprego de arma e furto. O socorro foi chamado por volta das 2 horas da madrugada desta sexta (8), depois que o […]

Thatiana Melo Publicado em 08/02/2019, às 06h59 - Atualizado às 14h42

(Arquivo, Jornal Midiamax)
(Arquivo, Jornal Midiamax) - (Arquivo, Jornal Midiamax)

Morreu durante a madrugada desta sexta-feira (8), no Presídio Semiaberto da Gameleira de Campo Grande, o interno Raione Antônio da Silva de 32 anos. Ele estava preso pelos crimes de roubo majorado pelo emprego de arma e furto.

O socorro foi chamado por volta das 2 horas da madrugada desta sexta (8), depois que o detento começou a passar mal. ‘Colegas’ de cela avisaram aos agentes penitenciários, que Raione teria na quinta-feira (7) engolido vários papelotes de drogas.

Raione teria engolido as drogas durante uma operação do Gaeco e da Polícia Militar contra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital), que teve o cumprimento de 60 mandados em todo o Estado.

Ele teria falado que poderia estar com dengue, mas os colegas de cela afirmaram o contrário. O caso foi registrado como morte a esclarecer.

Jornal Midiamax