Polícia

Comerciante atira em ladrões, fere um deles e acaba preso porte de arma

Comerciante foi preso depois perseguir dois suspeitos de furto a seu estabelecimento e disparar contra eles. Um dos supostos ladrões foi baleado sem gravidade e acabou preso junto com um comparsa. Os fatos ocorreram nesta sexta-feira, em Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande. Segundo boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para verificar […]

Renan Nucci Publicado em 06/12/2019, às 17h06 - Atualizado às 17h26

Arma apreendida pelos policiais. Foto: Divulgação
Arma apreendida pelos policiais. Foto: Divulgação - Arma apreendida pelos policiais. Foto: Divulgação

Comerciante foi preso depois perseguir dois suspeitos de furto a seu estabelecimento e disparar contra eles. Um dos supostos ladrões foi baleado sem gravidade e acabou preso junto com um comparsa. Os fatos ocorreram nesta sexta-feira, em Jardim, a 239 quilômetros de Campo Grande.

Segundo boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para verificar arrombamento em um estabelecimento da cidade. Os ladrões haviam arrombado a porta de acesso e cometido o furto. No local, enquanto os policiais foram informados que mais cedo um indivíduo havia passado pelo local e ameaçado o proprietário.

Ao mesmo tempo em que os policiais faziam levantamentos no local, o comerciante, sabendo que havia sido furtado, pegou um revólver e foi atrás do homem que havia lhe ameaçado, imaginando que este poderia ser responsável pelo furto

O comerciante encontrou o indivíduo junto com outra pessoa, repartindo os produtos furtados de seu estabelecimento, ocasião em que sacou uma arma e atirou contra os indivíduos que tentavam agredi-lo com uma machete. Os policiais ouviram o som dos disparos nas proximidades e encontraram o empresário com o revólver. 

Questionado, ele disse que havia atirado, mas não sabia se tinha acertado alguém, porque os suspeitos fugiram. Os policiais então foram para a casa de um dos suspeitos e soube que o outro tinha sido baleado e estava no hospital. Os dois foram detidos e encaminhados à Delegacia de Polícia Civil, juntamente com o comerciante que vai responder pelo porte ilegal de arma de fogo.

Jornal Midiamax