Polícia

Com promessa de ganhar R$ 1,5 milhão mulher perde R$ 5,5 mil em golpe

Abordada por uma jovem e dois homens, uma mulher caiu em um golpe nesta quarta-feira (06), Dourados, a 220 quilômetros da Capital. Ela teria entregue R$ 5,5 mil com a promessa de que ganharia um prêmio de R$ 1,5 milhão. Só percebeu a farsa após ser abandonada em frente de um banco. De acordo com […]

Ana Paula Chuva Publicado em 07/02/2019, às 18h00 - Atualizado em 08/02/2019, às 11h08

(Foto: Ilustrativa)
(Foto: Ilustrativa) - (Foto: Ilustrativa)

Abordada por uma jovem e dois homens, uma mulher caiu em um golpe nesta quarta-feira (06), Dourados, a 220 quilômetros da Capital. Ela teria entregue R$ 5,5 mil com a promessa de que ganharia um prêmio de R$ 1,5 milhão. Só percebeu a farsa após ser abandonada em frente de um banco.

De acordo com o site Dourados Agora, a vítima esteve em frente a uma escola, na região central do município, quando a autora a abordando dizendo ter vindo de um sitio e que precisava de ajuda para pagar um advogado, mas não sabia onde era o escritório. No ato, ela mostrou a quantia de R$ 4 mil dentro da bolsa, para dar veracidade a história.

Enquanto as mulheres conversavam, se aproximou um homem, aparentando ter 70 anos. A suposta golpista chamou o idoso para perguntar se ele sabia do tal escritório. Ele se apresentou como dono de uma empresa famosa de distribuição de pneus e que conheceria muita gente na cidade.

Logo em seguida, uma terceira pessoa se aproximou, um home de aproximadamente 40 anos de idade e alegou conhecer o pai da jovem que abordou a vítima.

A suposta golpista, afirmou para a vítima que se a ajudasse, receberia o valor de R$ 1,5 milhão, e cada um dos homens (que também seriam golpistas), receberiam R$ 350 mil caso fossem juntos com elas.

Mas para receberem o suposto dinheiro, seria necessária uma garantia. Foi então que a vítima entrou em um carro de cor prata, junto com o idoso e a jovem. Ao chegarem na agência bancária, a mulher retirou a quantia de R$ 5,5 mil e entregou para a golpista.

No caminho, a vítima foi deixada em frente a um outro banco, e os golpistas pediram que ela esperasse que uma outra pessoa retornaria com um envelope com o dinheiro prometido. Após esperar um tempo, a mulher percebeu o golpe.

A vítima procurou a polícia, e na delegacia não informou a origem do dinheiro que a golpista pagaria a todos.

Jornal Midiamax