Catequista é acusado de assédio sexual na Fronteira

Um catequista foi afastado das atividades da igreja nesta semana após ser acusado de assédio sexual pela mãe de um adolescente de 14 anos. O caso aconteceu em Pedro Juan Caballero, cidade de fronteira com Ponta Porã. De acordo com as informações, o catequista enviava mensagens pedindo fotos ao jovem. Após a denúncia, o Ministério […]
| 08/03/2019
- 21:10
Catequista é acusado de assédio sexual na Fronteira

Um catequista foi afastado das atividades da igreja nesta semana após ser acusado de assédio sexual pela mãe de um adolescente de 14 anos. O caso aconteceu em Pedro Juan Caballero, cidade de com Ponta Porã.

De acordo com as informações, o catequista enviava mensagens pedindo fotos ao jovem. Após a denúncia, o Ministério Público iniciou uma investigação sobre o caso na cidade, onde o suspeito também atua como professor de futebol.

Os responsáveis da igreja católica após saber o teor da denúncia decidiu afastar o homem dos estudos da catequese. Ele negou a acusação e disse que sua rede social teria sido hackeada. O caso segue em investigação.

Veja também

Últimas notícias