Um é executado e outro fica gravemente ferido em atentado na fronteira

O paraguaio Jorge Henrique Fernandez, 27, morreu e outro homem de 26 anos ficou gravemente ferido em um ataque a tiros no início da noite desta segunda-feira (18) na avenida Brasil em Ponta Porã, cidade a 320 quilômetros de Campo Grande. Jorge Henrique é piloto e teria ligação com o narcotraficante Jarvis Chimenez Pavão. Os […]
| 18/03/2019
- 23:43
Um é executado e outro fica gravemente ferido em atentado na fronteira

O paraguaio Jorge Henrique Fernandez, 27, morreu e outro homem de 26 anos ficou gravemente ferido em um ataque a tiros no início da noite desta segunda-feira (18) na avenida Brasil em Ponta Porã, cidade a 320 quilômetros de Campo Grande. Jorge Henrique é piloto e teria ligação com o narcotraficante Jarvis Chimenez Pavão.

Os dois estavam em uma caminhonete Toyota Hilux, quando foram abordados por pistoleiros que realizaram mais de 50 disparos de fuzis.

Os dois foram levados para atendimento, porém Jorge Henrique não resistiu e morreu no hospital da cidade. O homem de 26 anos está em estado grave e passa por cirugia neste momento.

Informações indicam que Jorge Henrique já havia sofrido um atentado parecido no dia 17 de maio de 2016 quando transitava a bordo de um veículo Fiat Strada no centro de Pedro Juan Caballero, publicou o site Porã News.

 

De acordo com a polícia, Jorge Henrique é piloto de aeronave e estaria ligado a Jarvis Chimenez Pavão, motivo pelo qual não se descarta que a execução tenha relação com um ajuste de contas do crime organizado. (Alterada para acréscimo de informações)

Veja também

Família fala que homem tem esquizofrenia e surtos frequentes, mas não consegue internação

Últimas notícias