Polícia

Acusado de matar irmão gêmeo deve passar por audiência nesta quinta

Jackson Lima da Silva (22) que é acusado de matar o irmão gêmeo, Jeferson Lima da Silva e que foi preso no final da manhã desta quarta-feira (25) em Rio Brilhante, preferiu ficar em silêncio durante depoimento na delegacia de Polícia Civil de Rio Brilhante. Autuado em flagrante por homicídio, ele deve passar por audiência […]

Marcos Morandi Publicado em 26/12/2019, às 06h29

O crime aconteceu em Rio Brilhante (Foto:Rio Brilhante em Tempo Real)
O crime aconteceu em Rio Brilhante (Foto:Rio Brilhante em Tempo Real) - O crime aconteceu em Rio Brilhante (Foto:Rio Brilhante em Tempo Real)

Jackson Lima da Silva (22) que é acusado de matar o irmão gêmeo, Jeferson Lima da Silva e que foi preso no final da manhã desta quarta-feira (25) em Rio Brilhante, preferiu ficar em silêncio durante depoimento na delegacia de Polícia Civil de Rio Brilhante.

Autuado em flagrante por homicídio, ele deve passar por audiência de custódia nesta quinta-feira (26) no Fórum de Rio Brilhante.

Os dois bebiam juntos ma manhã de quarta-feira, ao lado da casa de Jackson na rua Maria de Jesus Cerveira, bairro Benedito Rondon, quando por volta das 6h, Jéferson teria pedido cigarro ao irmão que alegou não ter.

Os dois discutiram e Jackson foi até sua casa onde pegou uma faca e voltou onde estava o irmão.Jeferson foi atingido na pena, o único golpe acertou a Artéria Femoral, ele ainda correu por cerca de 10m, mas morreu no meio da rua.

Depois do crime ele fugiu. Os militares  localizaram o acusado na região central próximo a delegacia de Polícia Civil. Ele levou os policiais até o local onde jogou a faca usada no crime.

Jornal Midiamax