Polícia

VÍDEO: imagens de câmeras mostram fuga de ladrão que matou pedreiro na Mato Grosso

Imagens de câmeras de segurança de uma loja próxima ao local onde o pedreiro Antônio Marcos Rodrigues de Souza, de 34 anos, foi assassinado com golpes de tesoura mostram o ladrão fugindo pela Avenida Mato Grosso, na Capital. Nas imagens é possível ver que, na fuga, o bandido é perseguido por Antônio. Mesmo ferido, o pedreiro […]

Thatiana Melo Publicado em 07/05/2018, às 13h33 - Atualizado em 08/05/2018, às 10h20

None

Imagens de câmeras de segurança de uma loja próxima ao local onde o pedreiro Antônio Marcos Rodrigues de Souza, de 34 anos, foi assassinado com golpes de tesouramostram o ladrão fugindo pela Avenida Mato Grosso, na Capital. Nas imagens é possível ver que, na fuga, o bandido é perseguido por Antônio. Mesmo ferido, o pedreiro alcançou o ladrão, que conseguiu se desvencilhar e fugir deixando para trás um pé do chinelo que usava.

Aos 23 anos, o assaltante coleciona sete passagens por furto. Segundo a Polícia Civil, ele foi apreendido duas vezes pela polícia quando ainda era menor de idade. As outras cinco passagens aconteceram depois que ele completou 18 anos.

VÍDEO: imagens de câmeras mostram fuga de ladrão que matou pedreiro na Mato GrossoAntônio morreu na avenida antes mesmo de conseguir ser socorrido. O pai da vítima, João Roberto, que seguia com o filho para o trabalho por volta das 7 horas da manhã desta sexta-feira (7), presenciou a morte do pedreiro.

Abalado, João chegou a passar mal e apenas disse que quando viu o filho atravessando a rua para ajudar a adolescente de 17 anos – vítima do ladrão- foi atrás, mas o pedreiro já tinha sido golpeado no pescoço e no braço com uma tesoura, que foi deixada para trás pelo bandido.

A tia de Antônio, Denise Faustino, de 53 anos, revoltada falou ao Jornal Midiamax que se pudesse fazia Justiça com as próprias mãos. “O gesto de nobreza dele (Antônio) hoje seria se ele estivesse vivo”, disse.

Uma viatura da Polícia Militar passava pelo local quando o crime acontecia e tentou perseguir o criminoso, mas se envolveu em uma acidente de trânsito e conseguiu fugir. 

Após o crime, o pai da adolescente recebeu a ligação da filha que contou o que havia acontecido, logo após ser deixada por ele em um ponto de ônibus para ir para a faculdade. O homem voltou e foi atrás do criminoso. Ele chegou a encontrá-lo, mas foi ameaçado e o bandido, mais uma vez, conseguiu fugir.

O delegado da 1º Delegacia de Polícia Civil, Camilo Kettenhuber, que registrou a ocorrência, se disse chocado com o caso. “Por mais que veja isso todos os dias, é muito chocante. A vítima estava indo trabalhar”, contou.

O caso será encaminhado para a DERF (Delegacia Especializada na Repressão dos Crimes de Roubos e Furtos) e foi registrado como latrocínio.

Jornal Midiamax