Polícia

Bandidos forasteiros são presos tentando furtar R$ 2 milhões de cofre de banco na Capital

Três suspeitos de 17, 19 e 21 anos foram flagrados por militares do BPChoque (Batalhão de Choque) na madrugada deste domingo (24) tentando furtar uma agência localizada na Avenida Eduardo Elias Zahan, em Campo Grande. Um quarto envolvido fugiu e o grupo afirmou que intenção seria furtar R$ 2 milhões dos cofres do banco. Conforme […]

Mariane Chianezi Publicado em 24/06/2018, às 08h09 - Atualizado às 14h48

Foto: Divulgação BPChoque
Foto: Divulgação BPChoque - Foto: Divulgação BPChoque

Três suspeitos de 17, 19 e 21 anos foram flagrados por militares do BPChoque (Batalhão de Choque) na madrugada deste domingo (24) tentando furtar uma agência localizada na Avenida Eduardo Elias Zahan, em Campo Grande. Um quarto envolvido fugiu e o grupo afirmou que intenção seria furtar R$ 2 milhões dos cofres do banco.

Conforme boletim de ocorrência, os suspeitos são de Goiás e Brasília e chegaram em Campo Grande justamente para cometer crimes. O grupo, com cerca de dez pessoas, se comunicava através de um grupo no WhatsApp e uma garota, que mora na Capital, seria quem passava as informações à quadrilha.

A polícia vai investigar se algum funcionário da agência estava envolvido no crime, pois os suspeitos sabiam exatamente as quantias que estavam divididas nos três cofres no interior do banco.

Segundo um dos autores, o valor de R$ 2 milhões seria dividido entre a quadrilha, sendo R$ 200 mil para cada um, e o adolescente receberia mais R$ 5 mil para ficar vigiando enquanto os comparsas agiam.

Os três foram encaminhados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro e, junto com eles, foram apreendidos diversos materiais usados no furto, como alicates, marretas, fios, serra e discos para usar na máquina. Além disso os policiais apreenderam um veículo VW Gol e uma capa confeccionada pelos autores, que seria usada para burlar os sensores de alarme da agência.

Jornal Midiamax