Polícia

‘Tenente-coronel’ e ‘juiz’ do PCC são presos em operação da polícia

'Palavra' decidia quem ia morrer e '08' se comparava a tenente da PM 

Clayton Neves Publicado em 29/03/2018, às 19h14

None

‘Palavra’ decidia quem ia morrer e ’08’ se comparava a tenente da PM 

Dois membros da diretoria do PCC em Mato Grosso do Sul foram presos nesta quarta-feira (28), em Três Lagoas, durante operação da Polícia Militar, PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Bope (Batalhão de Operações Especiais). O ‘palavra’, um homem de 34 anos, era quem determinava aqueles que seriam ou não mortos pela facção, já o ‘08’, criminoso de 40 anos, ocupava o posto que faz alusão ao cargo de tenente-coronel da Polícia Militar.

De acordo com informações do site Rádio Caçula, a dupla foi presa durante a Operação Semana Santa. ‘Palavra’, conhecido como ‘Oitavo Anjo’, foi preso em flagrante em um residencial da cidade depois de a polícia ser informada que ele estava vendendo drogas e armas no local.'Tenente-coronel' e 'juiz' do PCC são presos em operação da polícia

Já ‘08’, estava em um bar localizado no Bairro Vila Piloto V quando policiais faziam operação.  Ele tentou se esconder no estabelecimento, mas foi seguido pelos militares e apresentou documento falso para a equipe ao ser abordado. Ele estava foragido e é suspeito de uma tentativa de feminicídio no dia 20 deste mês.

Jornal Midiamax