Polícia

Suspeito de executar filho de PM investigado pela Máfia do Cigarro é preso na fronteira

Kelvis Fernando Rodrigues, vulgo ‘Cabelo Mexicano’, foi preso na madrugada desta segunda-feira (15) em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã, a 299 quilômetros de Campo Grande. Kelvis é suspeito de participação na execução de João Victor Richena Costa, de 17 anos, na noite de 26 de julho de 2018, em Salto Del Guairá, […]

Fernanda Müller Publicado em 15/10/2018, às 15h02 - Atualizado em 16/10/2018, às 10h23

Foto: site Porã News
Foto: site Porã News - Foto: site Porã News

Kelvis Fernando Rodrigues, vulgo ‘Cabelo Mexicano’, foi preso na madrugada desta segunda-feira (15) em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã, a 299 quilômetros de Campo Grande.

Kelvis é suspeito de participação na execução de João Victor Richena Costa, de 17 anos, na noite de 26 de julho de 2018, em Salto Del Guairá, perto de Mundo Novo. O adolescente foi morto com pelo menos 30 tiros.

Segundo informações do site Nova Notícias, João Victor era filho do ex-policial militar Fábio Costa, conhecido como “Pingo” e “Japonês”, citado em operações contra a máfia do cigarro desencadeadas em Mato Grosso do Sul e supostamente ligado à quadrilha de Ângelo Guimarães Ballerini, o Alemão, preso no mês passado, na Operação Nepsis.

Kelvis foi preso em uma casa, onde estavam o paraguaio Antonio Osorio Gómez, que também era procurado, e a brasileira Stefani Carneiro Ferraz Camarini. A polícia investiga se ela tem ligação com crimes na fronteira.

Citado na Operação Oiketikus por ligação com policiais militares presos por envolvimento com o contrabando de cigarro, Kelvis era procurado no Brasil por narcotráfico, lavagem de dinheiro, tráfico de armas e outros crimes.

No local, agentes do Departamento de Combate ao Crime Organizado da Polícia Nacional encontraram várias armas, como um rifle Martford com dois carregadores, uma pistola Jericho calibre 9 mm com um carregador, uma pistola Glock com dois carregadores, um revólver calibre 44 com 10 cartuchos, dois celulares e 61 cartuchos 9 mm. Suspeito de executar filho de PM investigado pela Máfia do Cigarro é preso na fronteira

Também foram apreendidos um colete à prova de balas, rádios comunicadores, capacetes, uma Toyota Hilux blindada, uma caminhonete Nissan, outra caminhonete Chevrolet e nove pequenas porções de maconha.

Jornal Midiamax