Quadrilha presa ao tentar furtar Correios pode ter ligação com facção criminosa

A quadrilha presa na noite deste domingo (13) quando tentava furtar uma agência dos Correios, na Avenida Bandeirantes, no Bairro Amambai, em Campo Grande, pode ter ligação com uma facção criminosa, segundo o Major Wilmar Fernandes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais). O major disse que os presos, cinco, foram levados para a Polícia […]
| 14/05/2018
- 13:29
Quadrilha presa ao tentar furtar Correios pode ter ligação com facção criminosa

A quadrilha presa na noite deste domingo (13) quando tentava furtar uma agência dos , na Avenida Bandeirantes, no Bairro Amambai, em Campo Grande, pode ter ligação com uma facção criminosa, segundo o Major Wilmar Fernandes do Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais).

O major disse que os presos, cinco, foram levados para a Polícia Federal, que deve assumir o caso. Ainda segundo o comandante do Bope estão sendo levantadas informações se a quadrilha já teria praticado roubo a agências em outras localidades.

Segundo Fernandes não havia explosivos com os integrantes da quadrilha, apenas pé de cabras e lixadeiras para arrombar o cofre. “A quadrilha pode estar ligada a alguma facção criminosa, já que para eles (quadrilha) seria uma forma de capitalizar dinheiro”, disse o major.

A identificação dos presos não foi repassada. Com os integrantes foram apreendidos dois carros, um Chevrolet Monza e um Volkswagen Gol, e ferramentas. Eles tentavam abrir um buraco na parede para cometer o crime.

Veja também

3º sargento foi levado para a delegacia e logo depois liberado

Últimas notícias