Próximo ao Dia das Mães, visitas são suspensas no Presídio Federal

Categoria cobra mais segurança contra ameaças do PCC
| 09/05/2018
- 14:15
Próximo ao Dia das Mães, visitas são suspensas no Presídio Federal

Depois de ter suas reivindicações de segurança não atendidas, os agentes penitenciários federais decidiram suspender as visitas no Presídio Federal de Campo Grande. O anúncio foi feito na manhã desta quarta-feira (9) durante uma nova manifestação em frente à unidade.

As visitas especiais do Dia das Mães, que aconteceriam nesta quarta e na quinta-feira, também foram suspensas.

A medida é também um protesto contra o fato dos servidores estarem com os nomes na lista de marcados para morrer da facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).

A categoria alega que o protocolo de segurança pedido desde fevereiro ainda não foi aplicado. Esse protocolo amplia a segurança dos agentes, que convivem diariamente com ameaças e membros de facções criminosas. Alguns agentes relatam que tiveram os telefones grampeados.

Com a paralisação dos cerca de 250 agentes, os banhos de sol e visitas de advogados ficam suspensos. Apenas escoltas de saúde de emergência e alimentação continuarão funcionando.

Os agentes esperam por uma reunião com o Ministro de Segurança Pública, Raul Jungmann. Caso não haja a reunião, novas paralisações estão marcadas para os dias 16 e 17 deste mês.

No dia 4 deste mês, os agentes fizeram uma manifestação em frente ao presídio para pedir que novos agentes aprovados no concurso realizado em 2015 sejam chamados. No total, 170 foram aprovados e fizeram o curso de formação há três meses, mas nenhum foi chamado.

 

Veja também

Últimas notícias