Polícia

Presos, bolivianos confessam que transportaram pasta base no estômago

Foram 110 cápsulas de pasta base 

Clayton Neves Publicado em 16/03/2018, às 18h20

None

Foram 110 cápsulas de pasta base 

Presos por tráficos de drogas em Campo Grande na tarde desta quinta-feira (15), dois bolivianos, um de 23 e outro de 51 anos, confessaram à polícia que transportaram 111 cápsulas de pasta base de cocaína no estômago. Com a venda, eles pretendiam ganhar R$ 7 mil.

De acordo com informações do delegado Gustavo Ferraris, da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico), os suspeitos foram denunciados por proprietário e funcionário de um bar, presos minutos antes.

A dupla estava hospedada em um hotel  localizado na Rua Joaquim Nabuco e no quarto, os policiais encontraram as cápsulas com a droga. Questionados, os autores contaram que vieram da Bolívia e chegaram na Capital na última terça-feira e que para não serem presos no caminho, engoliram o entorpecente, que em seguida foi expelido após o uso de laxante.

Eles foram presos e encaminhados para unidade de saúde, onde fizeram exame de raio x que não detectou nenhuma outra cápsula no estômago dos dois.

Outras prisões

Também na tarde desta quinta-feira dono de um bar na região da antiga rodoviária de 50 anos, e o funcionário, de 34, foram presos após denúncia anônima. No local onde eles trabalhavam os investigadores encontraram uma pedra de crack.Presos, bolivianos confessam que transportaram pasta base no estômago

“Eles ficavam com apenas uma pedra para que se fossem presos, passassem por usuários, mas quando o usuário chegava lá, eles iam no banheiro e quebravam um pedaço menor que era vendido”, revela o delegado Gustavo.

Constatada a venda de droga, patrão e empregado foram presos e encaminhados para a Denar.

Jornal Midiamax