Preso do semiaberto fez arrastão no Centro enquanto trabalhava com entrega

Um preso do regime semiaberto de 36 anos foi flagrado após fazer um arrastão em lojas do Centro de Campo Grande no momento em que trabalhava durante o dia. O preso tinha autorização da Justiça para sair e trabalhar. O flagrante foi feito pelo Goi (Grupo de Operações e Investigações) De acordo com a polícia, […]
| 18/05/2018
- 00:04
Preso do semiaberto fez arrastão no Centro enquanto trabalhava com entrega

Um preso do regime de 36 anos foi flagrado após fazer um arrastão em lojas do Centro de Campo Grande no momento em que trabalhava durante o dia. O preso tinha autorização da Justiça para sair e trabalhar. O flagrante foi feito pelo Goi (Grupo de Operações e Investigações)

De acordo com a polícia, estava sendo feito o monitoramento aos furtos ocorridos na Capital, e constataram que u entregador, com um motocicleta vermelha com baú estava praticando os furtos nos comércios na Capital. Ele foi flagrado pelas câmeras de vigilância dos comércios, e em uma delas, foi possível visualizar a placa da motocicleta.

Nesta quarta-feira (16), após praticar o segundo furto na mesma loja em menos de um mês, ele furtou mais de 50 calças de marcas. Os investigadores confirmaram a autoria do entregador da moto vermelha, que mais uma vez foi flagrado pelas imagens do circuito interno da loja, e passaram a realizar diligências, conseguindo localizar o autor nas proximidades da Avenida Costa e Silva.

Ele que foi identificado como interno do regime aberto com autorização de saída para trabalhar, foi preso com a motocicleta vermelha utilizada.

Após entrevista, ele indicou aos policiais onde havia escondido os produtos de furto, e em um barraco na “favela do Panorama”, os policiais apreenderam 47 (quarenta e sete) calças de marcas variadas; 17 (dezessete) camisetas marcas diversas; 10 (dez) blusa femininas manga longa; 04 (quatro) cintos; 04 (quatro) pares de sapatos; 03 (três) carteiras; 03 (três) relógios; 03 (três) bonés; 02 (duas) pulseiras de couro; 03 (três) toalhas e 01 (um) roupão, objetos avaliados em mais de R$ 30.000,00 (trinta mil reais), que foram apresentados na DEPAC-CENTRO e posteriormente devolvidos as vítimas.

Conforme investigações, até o momento, o preso foi identificado em 04 (quatro) furtos em comércios situados na área central da capital.

Veja também

Um dos condutores foi encaminhado para o hospital com traumatismo Craniano Encefálico

Últimas notícias