Polícia

Político tem casa invadida e é executado em frente à família na fronteira

Já havia sofrido atentado em 2016

Thatiana Melo Publicado em 23/03/2018, às 09h38

None

Já havia sofrido atentado em 2016

Foi executado em frente a sua família durante a madrugada desta sexta-feira (23), em Ponta Porã, a 346 quilômetros de Campo Grande, o empresário e político Evaldo Pavão Senger de 54 anos. Ele foi morto na frente da família.

A residência de Evaldo foi invadida por volta das 3 horas da madrugada desta sexta (23) por pistoleiros. Ao ouvir o barulho, o empresário- do ramo do turismo- se levantou para ver o que era e quando chegou a sala e acendeu a luz disparos foram feitos.

Ele ainda tentou revidar, mas acabou morto com três tiros em sua sala na frente da família, que conseguiu se esconder em um dos cômodos da casa e acionar a polícia. Evaldo tinha uma empresa ‘China Tur’ que fazia viagens por todo o país.

A polícia trabalha com várias hipóteses para o homicídio, sendo que uma delas seria o acerto de contas relacionado ao turismo, por causa de sua empresa, mas outras causas não estão descartadas para o crime.Político tem casa invadida e é executado em frente à família na fronteira

Evaldo Pavão já havia sofrido um atentado em 216, quando foi candidato a prefeito da cidade pelo PSL (Partido Liberal Socialista), mas na época ele reagiu e os pistoleiros fugiram, segundo o site Porã News.

Jornal Midiamax