Polícia

Sinpol denuncia delegados que teriam utilizado viaturas para fins particulares

O Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) protocolou nesta quinta-feira (25) um ofício remetido à Delegacia-Geral e Procuradoria-Geral de Justiça onde denuncia o uso inadequado, para fins particulares, de viaturas da corporação. Segundo o sindicato, alguns delegados com cargo de chefia, como assessores e diretores, estariam usando as viaturas descaracteri...

Fernanda Müller Publicado em 26/10/2018, às 13h06 - Atualizado em 27/10/2018, às 11h17

Foto: divulgação/ Sinpol-MS
Foto: divulgação/ Sinpol-MS - Foto: divulgação/ Sinpol-MS

O Sinpol-MS (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) protocolou nesta quinta-feira (25) um ofício remetido à Delegacia-Geral e Procuradoria-Geral de Justiça onde denuncia o uso inadequado, para fins particulares, de viaturas da corporação.

Segundo o sindicato, alguns delegados com cargo de chefia, como assessores e diretores, estariam usando as viaturas descaracterizadas para buscar filhos na escola e até mesmo adesivando os veículos com propaganda de candidatos políticos.

Os casos chegaram ao conhecimento do sindicato a partir de denúncias realizadas por outros policiais civis.

O presidente do Sinpol-MS, Giancarlo Miranda, explica que enquanto viaturas são utilizados para fins particulares, diversas unidades policiais não conseguem atender ocorrências e fazer a investigação por falta de veículos.

“Há viaturas deterioradas, sem condições de uso. Os veículos em condições mínimas de uso são caracterizados com logotipo da Polícia Civil e não são adequados para fazer investigação”, observou.

Com o ofício, o sindicato solicita adequação do uso da frota e a investigação e punição dos agentes que estariam utilizando os veículo para fins particulares.

Jornal Midiamax