Polícia

PMA autua fazendeiro em R$ 3 mil por construir aterro em mata ciliar de córrego

Durante fiscalização nas propriedades rurais do município, Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado localizaram  hoje (15), a construção de um aterro sobre um córrego para uma estrada em uma fazenda, localizada a 10 km da cidade, sem autorização ambiental. O pecuarista, de 63 anos, construiu um aterro degradando 0,6 hectare de área matas ciliares […]

Diego Alves Publicado em 15/10/2018, às 19h28

None

Durante fiscalização nas propriedades rurais do município, Policiais Militares Ambientais de Aparecida do Taboado localizaram  hoje (15), a construção de um aterro sobre um córrego para uma estrada em uma fazenda, localizada a 10 km da cidade, sem autorização ambiental.

O pecuarista, de 63 anos, construiu um aterro degradando 0,6 hectare de área matas ciliares do curso d’água que corta a propriedade, que são de preservação permanente (APP), sem a licença ambiental.

As atividades foram paralisadas e o fazendeiro, residente em Aparecida do Taboado, foi autuado administrativamente e multado em R$ 3 mil. Ele também responderá por crime ambiental de funcionar atividade potencialmente poluidora sem a licença ambiental, que prevê pena de prisão de três a seis meses e por degradação de área de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção.

O autuado foi notificado a apresentar um plano de recuperação da área degradada e alterada (PRADA), junto ao órgão ambiental. (Assessoria)

Jornal Midiamax