Militar e estudante presos em operação contra pornografia infantil têm prisão decretada

O militar do Exército de 21 anos, e um estudante de 35 anos presos nesta quinta-feira (22) durante a deflagração da Operação Luz da Infância, em Campo Grande, tiveram a prisão preventiva decretada, nesta sexta-feira (23). Os dois homens passaram por audiência de custódia nesta sexta (23), quando a Justiça determinou a prisão preventiva deles. […]
| 23/11/2018
- 13:54
Militar e estudante presos em operação contra pornografia infantil têm prisão decretada

O militar do Exército de 21 anos, e um estudante de 35 anos presos nesta quinta-feira (22) durante a deflagração da Operação Luz da Infância, em Campo Grande, tiveram a prisão preventiva decretada, nesta sexta-feira (23).

Os dois homens passaram por audiência de custódia nesta sexta (23), quando a Justiça determinou a prisão preventiva deles. Os acusados foram levados para unidades prisionais do Estado.

A operação contra a pornografia infantil deflagrada pela Polícia Civil prendeu quatro homens em flagrante e um, técnico de laboratório, foi detido para esclarecimentos já que no computador e celular apreendido com ele nada de concreto foi encontrado, apenas resquícios de que ele baixava arquivos, vídeos de pornografia com crianças e adolescentes.

Em Iguatemi, um comerciante que tinha uma loja de informática foi preso e com ele vários vídeos e fotos foram encontradas. Segundo a delegada Marilia de Brito, da Depca os presos em flagrantes movimentavam juntos mais de 100 downloads de vídeos pornográficos com crianças e adolescentes. Em Mato Grosso do Sul foram cumpridos seis mandados, sendo três na Capital. Está é a quarta fase da operação que teve seis meses de investigações.

Nos computadores dos acusados, a polícia encontrou vários vídeos e fotos pornográficas com crianças e adolescentes. Eles ‘movimentavam’ mais de 100 downloads juntos.

A operação

A Operação ‘Luz da Infância’ foi deflagrada pela Polícia Civil na manhã desta quinta (22) para combater a pornografia infantil, e cumpre seis mandados de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul. Ao todo são cumpridos seis mandados de busca e apreensão em Mato Grosso do Sul, sendo três mandados em Campo Grande e outros nas cidades de Iguatemi e Jardim.

A operação foi deflagrada no Distrito Federal e mais 18 estados onde são cumpridos 69 mandados, Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais. Ainda são cumpridos mandados no Pará, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, São Paulo, Tocantins e Pernambuco.

Veja também

Policiais civis da DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher) cumpriu dois mandados de prisão em...

Últimas notícias