Polícia

Justiça mantém prisão de ladrão que fingiu estar armado e roubou pistola, munições, distintivo e carro de perita

Após passar por audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (17), o homem de 36 anos que roubou a arma distintivo, munições e veículo de uma perita da Polícia Civil, na Avenida Ricardo Brandão em Campo Grande, teve a prisão em flagrante convertida para preventiva. Ele já cumpria pena por roubo na Casa do Albergado, […]

Mariana Rodrigues Publicado em 17/09/2018, às 11h17

Foto: Divulgação/ Polícia Civil
Foto: Divulgação/ Polícia Civil - Foto: Divulgação/ Polícia Civil

Após passar por audiência de custódia na manhã desta segunda-feira (17), o homem de 36 anos que roubou a arma distintivo, munições e veículo de uma perita da Polícia Civil, na Avenida Ricardo Brandão em Campo Grande, teve a prisão em flagrante convertida para preventiva.

Ele já cumpria pena por roubo na Casa do Albergado, e no dia que cometeu o crime, na última quinta-feira (13), disse em seu depoimento que fez porque “deu vontade”.

Após ser identificado, policiais o procuraram na Casa do Albergado, ele confessou o crime e levou os policiais até sua casa, no bairro Vida Nova III, onde estavam a pistola, distintivo cinco munições e dois perfumes, tudo escondido em uma caixa de papelão.

O veículo foi encontrado próximo à casa do autor abandonado. Em seu depoimento, ele disse que vendeu o celular por R$ 20 para um grupo de pessoas que ele encontrou na rua, sendo recuperado posteriormente e o receptador preso pela Derf (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos e Furto).

Agora ele será encaminhado para uma unidade prisional, que será definida após regulação de vaga pela Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário).

Caso

Um homem de 36 anos foi preso nesta sexta-feira (14) após roubar uma perita da Polícia Civil, na avenida Ricardo Brandão em Campo Grande. O suspeito simulou estar armado e levou o carro, a arma funcional, o distintivo da instituição, o celular e bolsa da policial.

O autor foi identificado na tarde da última quinta-feira (13), logo após o crime, foi feita a prisão em flagrante na manhã de sexta (14), conforme informações repassadas pelo delegado Fabio Peró, titular do Garras (Delegacia Especializada em Repressão à Roubos a Bancos, Assaltos e Sequestros).

Jornal Midiamax