Polícia

Idosa de 79 anos cai no golpe do bilhete premiado, perde R$ 18 mil e tem cartões usados

Uma idosa de 79 anos foi vítima do golpe do bilhete premiado, na tarde da sexta-feira (26), na área central de Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, ela foi abordada por golpistas enquanto esperava um ônibus e acabou tendo prejuízo de mais de R$ 15 mil. A idosa relatou à Polícia Civil […]

Wendy Tonhati Publicado em 27/10/2018, às 08h10 - Atualizado às 09h13

Idosa caiu no golpe do bilhete premiado. (Foto ilustrativa)
Idosa caiu no golpe do bilhete premiado. (Foto ilustrativa) - Idosa caiu no golpe do bilhete premiado. (Foto ilustrativa)

Uma idosa de 79 anos foi vítima do golpe do bilhete premiado, na tarde da sexta-feira (26), na área central de Campo Grande. De acordo com o boletim de ocorrência, ela foi abordada por golpistas enquanto esperava um ônibus e acabou tendo prejuízo de mais de R$ 15 mil.

A idosa relatou à Polícia Civil que foi abordada por uma mulher, que aparentava estar desesperada, procurando um rapaz. Em seguida, chegou um homem e os golpistas contaram para a idosa a velha história do golpe: tinham um bilhete premiado e precisavam de ajuda para receber o prêmio. Pediram dinheiro à vítima na promessa de darem parte do prêmio à ela, quando conseguissem regatar o valor. Neste caso, de pouco mais de R$ 2 milhões, segundo os criminosos.

A vítima foi até o banco e sacou R$ 15 mil. Ela entregou o valor para os golpistas que colocaram na bolsa dela e lacraram. Segundo a idosa, eles voltariam a se encontrar na segunda-feira para pegar o dinheiro e “resolver a situação”. Por volta das 18 horas, a idosa recebeu mensagens no celular informando compras, que totalizaram 3,2 mil.

Conforme o boletim de ocorrência, a idosa foi imediatamente conferir a bolsa onde havia guardado o dinheiro e a carteira. Ela percebeu que havia apenas um maço de papel e a carteira havia sido levada.

No total, o prejuízo da vítima foi de pouco mais de R$ 18 mil. O caso foi registrado como estelionato na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro.

Jornal Midiamax