Ex-sargento da PM que matou a tiros jovem em praça após briga é condenado

O ex-sargento da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto Rocha, foi a julgamento nesta quinta-feira (21) e condenado a 14 de prisão em regime fechado pelo assassinato de João Victor Gomes de 21 anos, em agosto de 2016. O rapaz foi morto a tiros em uma praça da cidade de Rio Verde, […]
| 22/06/2018
- 10:50
Ex-sargento da PM que matou a tiros jovem em praça após briga é condenado

O ex-sargento da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul, Carlos Alberto Rocha, foi a julgamento nesta quinta-feira (21) e condenado a 14 de prisão em regime fechado pelo assassinato de João Victor Gomes de 21 anos, em agosto de 2016.

O rapaz foi morto a tiros em uma praça da cidade de Rio Verde, a 194 quilômetros de Campo Grande, após uma discussão no trânsito com o ex-sargento. A família de João pensa em recorrer da sentença na tentativa de aumentar a pena de Rocha, segundo o site Edição de Notícias.

O ex-sargento foi expulso da PM em janeiro deste ano da corporação. Em agosto de 2016 ele foi transferido para o Presídio Militar do Estado.

Relembre o caso

Na noite do dia 28 de agosto de 2016, João Victor Gomes, de 21 anos foi morto a tiros no peito pelo sargento Carlos Alberto da Rocha, de 52 anos após uma discussão em Rio Verde, na praça da cidade.

O sargento teria estacionado seu veículo trancando a passagem do carro de João Victor, que pediu que ele retirasse seu carro por que queria sair. O jovem parou seu veículo arás do carro do sargento que continuou no lugar. A vítima desceu e deu-se início a uma discussão.

De dentro do veículo, o sargento disparou contra João Victor que foi atingido no peito. João ainda cambaleou por alguns metros caindo morto ao lado de seu carro. Com ele estavam a mulher e a filha.

 

 

Veja também

O prefeito da cidade paraguaia de Pedro Juan Caballero, José Carlos Acevedo, 53, que sofreu...

Últimas notícias