Dupla que torturou e matou ex-marido de diarista vai a julgamento

O mototaxista Juvanildo Souza Vasconcelos e seu comparsa Maksmelones Domingues Nunes vão a julgamento nesta quinta-feira (17), em Campo Grande, pela morte de Valmir Francisco da Silva, de 49 anos, em abril de 2016. A dupla teria inicialmente torturado e espancado a ex-mulher de Valmir. Eles estavam atrás de dinheiro e de um revólver que […]
| 17/05/2018
- 15:25
Dupla que torturou e matou ex-marido de diarista vai a julgamento

O mototaxista Juvanildo Souza Vasconcelos e seu comparsa Maksmelones Domingues Nunes vão a julgamento nesta quinta-feira (17), em Campo Grande, pela morte de Valmir Francisco da Silva, de 49 anos, em abril de 2016.

A dupla teria inicialmente torturado e espancado a ex-mulher de Valmir. Eles estavam atrás de dinheiro e de um revólver que havia sumido da casa da mulher. Sem as respostas, o mototaxista e seu comparsa foram atrás da vítima.

Ao encontrarem Valmir, o torturaram com vários golpes com a prancha de um facão, causando lesões na cabeça que resultaram na sua morte. O corpo da vítima foi encontrado na obra de uma escola abandonada, no bairro Paulo Coelho Machado, em abril de 2016.

Eles foram indiciados por doloso por motivo torpe contra Valmir e pelo crime de tortura contra a ex-mulher da vítima, além de posse ilegal de arma de fogo.

Caso

Uma moradora do Condomínio Arara Azul foi quem encontrou o corpo de Valmir, no dia 23 de abril de 2016. Depois de fazer a limpeza do seu quintal, a mulher foi até o local jogar galhos, quando se deparou com o corpo.

O local, uma obra abandonada de uma escola, havia sido incendiado, por causa do mato alto, e passou a ser frequentado por usuários de droga.

 

Veja também

A PMA (Polícia Militar Ambiental) autuou proprietários de oficinas mecânicas em R$ 10 mil por...

Últimas notícias