Polícia

Matou o cunhado a facadas porque “deu vontade”

Vando Araújo, de 29 anos, morador de uma aldeia indígena, foi morto a facadas na noite desta segunda-feira (10) em sua casa, na cidade de Amambai, a 352 quilômetros de Campo Grande. A vítima foi assassinada pelo seu cunhado de 19 anos. A esposa de Vando contou que estava com o marido em casa, quando, […]

Thatiana Melo Publicado em 11/09/2018, às 07h02 - Atualizado às 07h11

None

Vando Araújo, de 29 anos, morador de uma aldeia indígena, foi morto a facadas na noite desta segunda-feira (10) em sua casa, na cidade de Amambai, a 352 quilômetros de Campo Grande. A vítima foi assassinada pelo seu cunhado de 19 anos.

A esposa de Vando contou que estava com o marido em casa, quando, por volta das 22 horas, o irmão dela entrou na casa armado com uma faca e acertou um golpe no tórax da vítima, que estava sentado na cama. Em seguida, fugiu.

O rapaz foi perseguido por lideranças indígenas e detido até a chegada da polícia ao local. Ele foi levado para a delegacia e contou que não tinha motivos para matar seu cunhado, apenas, que “deu vontade”. Segundo o boletim de ocorrência, o autor apresenta distúrbio mental.

Jornal Midiamax