Delegada determina fiança de 4 salários-mínimos a preso em ação contra pedofilia

A delegada Marília de Brito, da Depca (Delegacia de Proteção à Infância e Adolescente), arbitrou uma fiança para um dos presos por posse de material pornográfico infantil na manhã desta quinta-feira (17) durante a Operação Luz na Infância 2. O suspeito de envolvimento na rede de distribuição de imagens contendo pornografia envolvendo crianças e adolescente pode […]
| 17/05/2018
- 17:11
Preso na segunda fase da Operação Luz na Infância (Foto: Marcos Ermínio
Preso na segunda fase da Operação Luz na Infância (Foto: Marcos Ermínio - Preso na segunda fase da Operação Luz na Infância (Foto: Marcos Ermínio

A delegada Marília de Brito, da Depca (Delegacia de Proteção à Infância e Adolescente), arbitrou uma fiança para um dos presos por posse de material pornográfico infantil na manhã desta quinta-feira (17) durante a Operação Luz na Infância 2.

O suspeito de envolvimento na rede de distribuição de imagens contendo pornografia envolvendo crianças e adolescente pode pagar a fiança no valor de quatro salários-mínimos e responder ao processo em liberdade.

O homem de 32 anos foi preso em sua casa no bairro Chácara Cachoeira. Segundo seu advogado Loester Borges, ele só vai se pronunciar em juízo.

Veja também

Um dos condutores foi encaminhado para o hospital com traumatismo Craniano Encefálico

Últimas notícias