Polícia

Cidades mais violentas e também as mais seguras do Brasil estão em MS, revela estudo

Um estudo nacional mostra que o índice mensal de crimes violentos ocorridos em Mato Grosso do Sul está próximo da média Brasileira. A pesquisa, realizada pela USP (Universidade de São Paulo) em conjunto com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, revela que no Estado a taxa mensal desses crimes varia entre 1,1 a 2 a […]

Fernanda Müller Publicado em 19/07/2018, às 14h19 - Atualizado em 20/07/2018, às 12h38

None

Um estudo nacional mostra que o índice mensal de crimes violentos ocorridos em Mato Grosso do Sul está próximo da média Brasileira. A pesquisa, realizada pela USP (Universidade de São Paulo) em conjunto com o Fórum Brasileiro de Segurança Pública, revela que no Estado a taxa mensal desses crimes varia entre 1,1 a 2 a cada 100 mil habitantes, muito próximo da média mensal nacional que é de 1,60. O que mais impressiona é que dentro do Estado são encontrados os municípios mais tranquilos e também os mais perigosos do País.

Esses números contabilizam todos os homicídios dolosos, latrocínios e lesões corporais seguidas de morte, que, juntos, compõem os chamados crimes violentos letais e intencionais.

Só em maio desse ano foram registrados pelo menos 3.346 casos em todo o território nacional. Ao menos 21.305 pessoas foram assassinadas nos cinco primeiros meses de 2018 no Brasil. O número de vítimas é ainda maior, pois muitos homicídios deixam de ser divulgados por alguns estados.

Em contrapartida, Mato Grosso do Sul está entre os estados brasileiros mais seguros para se viver apesar de fazer fronteira com a Bolívia e o Paraguai e enfrentar diariamente o tráfico de drogas.

Quando o assunto é violência o estado apresenta extremos. Paranhos, distante 430 quilômetros de Campo Grande, está entre os 100 municípios com maior número de assassinatos do país, comparado a sua população, seguido por Sete Quedas, Coronel Sapucaia e Mundo Novo. Todas essas cidades estão na região de fronteira com o Paraguai.

Já Campo Grande e Corumbá estão no ranking feito pela organização internacional Connected Smart Cities das 30 cidades mais seguras do Brasil

Jornal Midiamax