Cabeleireira que matou vendedor durante briga de casal se apresenta à polícia

Prima da autora disse que está sendo ameaçada
| 23/05/2018
- 21:28
Cabeleireira que matou vendedor durante briga de casal se apresenta à polícia

Se apresentou à polícia na tarde desta quarta-feira (23), a cabelereira de suspeita de matar o vendedor Camilo de Freitas da Silva, de 28 anos, morto a facadas na noite do último dia 20, em Três Lagoas, no momento em que brigava com a esposa no trânsito.

De acordo com informações do site JP News, a autora chegou à 1ª Delegacia de Polícia da cidade acompanhada de um advogado e foi ouvida pelo pelo delegado Rodrigo Sperancin. Entramos em contato com o delegado para saber mais detalhes do depoimento, mas não fomos atendidos.

Uma prima da cabeleireira também esteve na delegacia e registrou Boletim de Ocorrência por ameaça. À polícia, ela disse que tem recebido ameaças por ligações. Cópia de uma mensagem recebida foi entregue como prova.

O caso

O vendedor Camilo de Freitas da Silva, de 28 anos, foi morto a facadas na noite deste domingo (20) quando brigava com sua esposa no trânsito da cidade de Três Lagoas, a 338 quilômetros de Campo Grande.

Camilo e a esposa discutiam quando uma mulher em uma camionete, que estava acompanhada do filho de 16 anos, flagrou a briga e desceu para defender a vítima do vendedor.

Mãe e filho acabaram brigando com a vítima. E, em determinado momento, a mulher buscou uma faca no carro e acertou um um golpe no peito de Camilo, que morreu antes de ser socorrido.

O filho da autora contou à polícia que ainda tentou estancar o sangramento, mas Camilo morreu. O filho da mulher foi liberado logo após prestar depoimento.

Veja também

Últimas notícias