Polícia

Armada, família invade serralheria e leva portão que empresária atrasou a entrega

Grupo foi em picape e levou portão

Wendy Tonhati Publicado em 28/04/2018, às 17h32 - Atualizado às 18h01

None

A dona de uma serralheria foi ameaçada com uma arma de fogo por uma família inteira, na manhã deste sábado (28), após problema na entrega de um portão encomendado por cliente. De acordo com o boletim de ocorrência, o grupo invadiu o local e carregou ‘nas costas’ o portão que havia sido orçado e não entregue.

A vítima relatou aos policiais que, por volta das 11 horas, várias pessoas entraram na serralheria, entre elas, um homem para quem ela havia feito o orçamento da fabricação de um portão. Segundo a empresária, em data anterior, ela comunicou que não teria como cumprir a data da entrega e deu-se início o desacordo entre os dois.

Conforme a mulher, o cliente já havia comparecido ao Procon MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) para reclamar da situação. Nesta manhã, ele foi ao local com a esposa, a sogra e uma sobrinha – que estava armada. A vítima disse que sobrinha do cliente afirmava ser ex-presidiária e que daria um tiro nela.

A empresária relatou ainda que outras pessoas desconhecidas entraram no local e ajudaram o cliente a pegar um portão desmontado. Com medo, a mulher não impediu que o portão fosse levado. Eles colocaram o objeto na carroceria de uma picape e deixaram o local.

Um carro de passeio também estava dando suporte à ação, para levar todos os ‘amigos’ do cliente. O caso foi registrado como ameaça na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento) Piratininga.

Jornal Midiamax