Polícia

Acusado de matar por dívida de moai vai a julgamento 22 anos após o crime

Aparecido Lourenço dos Santos, acusado pela morte de Ivan Bispo da Silva em 1996, vai a julgamento nesta sexta-feira (13), 22 anos depois do crime. O motivo para o assassinato seria uma dívida de um moai que Aparecido devia a Ivan. No dia do crime, a vítima teria ido até casa do autor na companhia […]

Thatiana Melo Publicado em 13/07/2018, às 07h36 - Atualizado às 17h11

None

Aparecido Lourenço dos Santos, acusado pela morte de Ivan Bispo da Silva em 1996, vai a julgamento nesta sexta-feira (13), 22 anos depois do crime.

O motivo para o assassinato seria uma dívida de um moai que Aparecido devia a Ivan. No dia do crime, a vítima teria ido até casa do autor na companhia de seu irmão para fazer a cobrança.

Ao chegar a residência, Ivan foi recebido a tiros morrendo no local. Aparecido só foi preso em 2015, sendo levado para uma cela da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos).

Em 2009, o processo havia sido arquivado já que não encontrava Aparecido que era procurado pela polícia. Já em 2016, o Tribunal de Justiça determinou o júri popular a Aparecido.

Jornal Midiamax