Polícia

Tentativa de sequestro e assassinato pode estar ligada à guerra de facções

Vítima foi ferida com três tiros no abdômen

Thatiana Melo Publicado em 28/09/2017, às 13h32

None

Vítima foi ferida com três tiros no abdômen

A tentativa de sequestro e assassinato de um homem, de 35 anos, e não de um jovem como foi dito anteriormente, na noite desta quarta-feira (27), próximo ao Bairro Moreninhas pode estar ligada à guerra de facções criminosas, segundo informações policiais.

Segundo informações, a vítima estava em um veículo quando parou na Rua Fraiburgo para atender uma ligação saindo do carro neste momento, quando o Peugeot, de cor prata, parou ao lado e ele foi abordado pelos ocupantes.

Tentaram colocá-lo dentro do carro, mas o rapaz fugiu e foi perseguido pelos autores que efetuaram vários disparos atingindo três vezes o abdômen da vítima que foi levada para a Santa Casa de Campo Grande.Tentativa de sequestro e assassinato pode estar ligada à guerra de facções

A vítima teria dito que a tentativa de sequestro e assassinato teria acontecido por uma possível guerra entre facções criminosas na Capital. Ele não deu mais detalhes do fato. Ninguém foi preso.

A vítima conhecida como ‘Gordo Malandrão’ tem várias passagens pela polícia como roubo, tráfico de drogas, ameaça, violência doméstica.

Jornal Midiamax