Polícia

Sargento e filho de 11 anos são atropelados em briga de trânsito na Duque de Caxias

Criança de 11 anos também ficou ferida

Clayton Neves Publicado em 18/12/2017, às 14h49

None

Criança de 11 anos também ficou ferida

O primeiro sargento do Exército, Everton Vargas, de 40 anos, está internado em estado grave na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) da Santa Casa de Campo Grande. No sábado (16), o militar foi atropelado propositalmente durante uma briga de trânsito. O filho do militar, de 11 anos, também ficou ferido.

A esposa de Everton conta que por volta das 17 horas do sábado, a família estava na área de caminhada da Avenida Duque de Caxias, no momento em que foram surpreendidos por um motorista alcoolizado que teria avançado sinal amarelo e atropelado a criança que estava em uma bicicleta. O menino não teve ferimentos graves.

Mesmo com a imprudência, o condutor que estava em um carro alugado, exigiu que a família pagasse os estragos no veículo. Neste momento, o militar teria se negado a pagar o conserto e ameaçado chamar a polícia.

Diante da possibilidade de a polícia ser acionada, o autor foi embora e a família continuou a caminhada. Minutos depois, pai e filho foram novamente surpreendidos pelo condutor que teria entrado na via pela contramão, invadido a pista e atropelado o sargento.Sargento e filho de 11 anos são atropelados em briga de trânsito na Duque de Caxias

“No caso do atropelamento do meu filho até entendemos que foi um acidente por imprudência, mas com meu marido foi por maldade, uma tentativa de homicídio contra ele”, afirma a esposa de Everton.

De acordo com a assessoria de comunicação da Santa Casa, o militar está teve trauma na face, tórax, perna, antebraço e cotovelo e não há previsão de alta. Neste domingo (17), ele passou por procedimento cirúrgico de restauração no rosto.

A polícia investiga o caso.

Jornal Midiamax