Polícia

Quinto membro de quadrilha especializada em roubo de carros é procurado

Quatro foram presos com três veículos

Renata Portela Publicado em 27/01/2017, às 12h28

None
quatrilha.jpg

Quatro foram presos com três veículos

Presos na madrugada desta sexta-feira (27), integrantes de uma quadrilha especializada em roubos de carros foram considerados de alta periculosidade pelo delegado que atendeu ao caso, Hoffman D’Ávila, da Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) da Vila Piratininga. Um quinto suspeito é procurado e estaria com uma arma de fogo.

De acordo com o delegado, as quatro vítimas reconheceram os bandidos, mas indicaram uma outra pessoa, que não foi presa com o grupo e é procurada a partir das características apontadas pelas vítimas. Segundo o delegado Hoffman, a quadrilha é bastante organizada, sendo que dois eram responsáveis por fazerem as abordagens e dois por dirigirem os carros roubados.

O quinto membro do grupo, ainda não localizado, também teria uma arma de fogo, além do revólver calibre 38 que foi apreendido com a quadrilha. Pela entrevista feita com os presos, o delegado os considerou de alta periculosidade, principalmente Cleiton Douglas Santos Silva, de 20 anos, que é natural do Tocantins e teria vindo para Campo Grande só para cometer os crimes.

Cleiton tem passagens por roubo e tráfico de drogas e um fato que chamou a atenção da polícia é a tatuagem do rapaz, um palhaço, símbolo utilizado no meio criminoso para ‘matador de policial’. Também foram presos Lupércio de Oliveira, de 34 anos, considerado bastante agressivo pelas vítimas, Lucas Vinicius Rocha Aguillar, de 21 anos, e Rafael Rocha Nascimento, de 24 anos.

Eles responderão por roubo majorado pelo emprego de arma, porte irregular de arma de fogo, receptação e formação de quadrilha.

Jornal Midiamax