Polícia

Polícia procura homem que atirou na própria esposa com espingarda em Dourados

Vítima de violência doméstica escapou dos tiros

Midiamax Publicado em 07/04/2017, às 14h01

None
espingarda.jpg

Vítima de violência doméstica escapou dos tiros

Gerônimo da Silva Rossati, de 42 anos, é procurado pela polícia suspeito de ter efetuado dois disparos de espingarda contra a própria esposa na noite de quinta-feira (6) em Dourados, a 228 quilômetros de Campo Grande. Registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) como tentativa de homicídio, esse caso de violência doméstica foi atendido por uma equipe da Força Tática do 3º BPM (3º Batalhão de Polícia Militar).

De acordo com a assessoria de comunicação social da corporação, a arma utilizada no crime foi uma espingarda de pressão modificada para o calibre 22. Agressor e vítima moram na Aldeia Bororó, que junto à Aldeia Jaguapiru compõem a Reserva Indígena de Dourados, com mais de 12 mil habitantes.

Os militares foram acionados pela central de atendimento a emergência CIOPS. No local, lideranças indígenas informaram relataram aos policiais a agressão de Gerônimo contra a própria esposa, uma mulher de 50 anos que não teve o nome divulgado. Ela mesma disse que o marido efetuou dois disparos durante uma discussão. Nenhum tiro a acertou.

A arma foi apreendida, mas o acusado ainda não foi encontrado pelas autoridades.

Jornal Midiamax