Polícia

Polícia Militar de MS recebe armamento de choque

Arma de condutividade elétrica

Diego Alves Publicado em 04/04/2017, às 20h08

None
17806738_696308660540555_256466802_n.jpg

Arma de condutividade elétrica

Policiais militares de Aquidauana receberam armamento não letal  do DGPL (Diretoria de Gestão de Patrimônio e Logística) da PM de Mato Grosso do Sul, nesta terça-feira (04). O 7º Batalhão de Polícia Militar é quem adotará, dentro de alguns dias, o conhecido taser também chamado de “arma de condutividade elétrica”. 

O equipamento é um tipo de armamento que evita, em muitos casos, o uso da arma de fogo pelo policial militar. Além da arma de fogo, o novo instrumento será  mais um recurso disponível ao policial, de acordo com a PM.

Todo o efetivo policial participará de treinamentos e instruções com o novo armamento e conscientizações sobre valores éticos profissionais e a observância dos Direitos Fundamentais das pessoas.

Segundo o comandante do 7° BPM tenente-coronel Airton Praeiro, disse que no cumprimento do dever, todos sabem que os agentes de segurança pública, responsáveis pela aplicação da lei (isso inclui os Policiais Militares), devem respeitar e proteger a dignidade humana e apoiar os direitos fundamentais de todas as pessoas. “No atendimento de ocorrências policiais, o ‘emprego da força’ só será usado quando estritamente necessário e na medida exigida para o cumprimento do dever”.

Jornal Midiamax