Polícia

PM diz que erro que causou a prisão de jovem por engano está no “Sistema”

Policia Militar esclarece que não foi cometido pela corporação.

Midiamax Publicado em 16/08/2017, às 17h53

None

Policia Militar esclarece que não foi cometido pela corporação.

A Assessoria de Comunicação Social do 16º Batalhão de Polícia Militar de Fátima do Sul publicou uma nota explicou os motivos que levaram a prisão do jovem Anderson Almeida de Oliveira por engano no último sábado.

Conforme a nota que “se houve erro, foi do órgão ou setor que cadastrou erroneamente o mandado de prisão no sistema, pois ao realizar a captura procedimento gerado automaticamente pelo sistema SIGO, os documentos pessoais e filiação coincidiram com os dados pessoais” do jovem preso de Vicentina.

O SIGO (Sistema Integrado de Gestão Operacional) é ligado a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (SEJUSP) do Governo do Estado de Mato Grosso do sul

NOTA DE ESCLARECIMENTO DO 16º BPM de FÁTIMA DO SUL

O Comandante do 16º Batalhão de Policia Militar de Fátima do Sul, vem a público esclarecer sobre os fatos que veicularam no final de semana nas redes sociais e mídia local referente à DETENÇÂO de uma pessoa por Mandado de Prisão, que ocorreu durante uma abordagem para orientação sobre SOM ALTO em frente a Praça Getúlio Vargas na noite Sábado (12/08). Informa que os Policiais Militares ao realizarem a checagem no Sistema SIGO/MS, constatou-se que havia um Mandado de Prisão da Comarca de Campo Grande em desfavor daquela pessoa. Se houve ERRO, foi do órgão ou setor que  cadastrou ERRONEAMENTE o Mandado de Prisão no sistema, pois ao realizar a CAPTURA, procedimento gerado automaticamente pelo sistema SIGO, os documentos pessoais e filiação coincidiram com os dados da pessoas conduzida.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO SOCIAL – 16º BPM

Jornal Midiamax