Polícia

Pai leva criança ao hospital após relato de dor e suspeita que ex a estuprou

Menina tem 4 anos

Renata Portela Publicado em 06/01/2017, às 13h28

None
delegacia_sidrolandia.jpg

Menina tem 4 anos

Um casal, morador em Sidrolândia, cidade a 70 quilômetros de Campo Grande, é investigado por suspeita de estuprar uma menina. A mulher, de 33 anos, foi denunciada pelo ex-marido, de 30 anos, que se recusou a entregar a filha na semana em que a criança deveria passar com a mãe.

Conforme um boletim de ocorrência registrado pelo homem contra a ex-mulher, após a separação o casal combinou que cada um passaria uma semana com a criança. No entanto, quando chegou o dia de entregar a filha à mãe, o homem se recusou e acabou sendo ameaçado de morte pela suspeita, que disse “Mato você se tentar tirar a minha filha”.

Segundo informações do site Sidrolândia News, a mulher é investigada por suspeita de estuprar a filha. O atual marido dela também é suspeito do crime, denunciado pelo pai da criança. Ele contou para a polícia que presenciou cenas da menina beijando a parede, tentando colocar objetos no órgão genital e fazendo movimentos que simulam atos sexuais na cama.

Ainda de acordo com o pai da vítima, ele ouviu de testemunhas que a ex-mulher e o marido andam nus pela casa, fazem uso de bebidas alcoólicas e ainda mantêm relações sexuais na frente da criança. Ele relatou à polícia que a menina tem sentido dores na região genital, o que o fez procurar o hospital da cidade. Os médicos então o orientaram a procurar a polícia.

O caso segue em investigação pela Polícia Civil do município e há registro que em 2013, a ex-mulher já teria esfaqueado o homem, em tentativa de matá-lo. Ele ficou em estado grave.

Jornal Midiamax